Sexta-feira, 29 de Julho de 2011

Como Reduzir Desconforto dos Gases

  • Leguminosas como a ervilha geram gases.
  • As fibras solúveis presentes nos legumes têm os gases como efeito colateral.
  • Quem adota um cardápio mais saudável pode sentir aumento da flatulência.
  • Para evitar gases, evite concentrar muitos alimentos com fibras solúveis na mesma refeição, como o pimentão.
  • As hortaliças também contêm fibras solúveis.
  • Alimentos como a couve-flor também aumentam o volume de gases.

Os gases intestinais geram desconforto e, na cartilha dos bons modos, não pegam bem em público. No entanto, raramente estão associados a doenças e podem até ser reflexo da alimentação saudável.

Conforme os médicos apontam, esse é o caso em geral, de quem melhora a qualidade do cardápio, trocando comidas ricas em gordura por itens mais nutritivos, como os legumes, as hortaliças e os grãos integrais, a exemplo da aveia. Ainda de acordo com a médica, a também chamada flatulência é capaz de aumentar com a entrada desses alimentos na dieta, já que eles são ricos em fibras solúveis, uma substância muito saudável. No organismo, essas fibras levam à produção de gases, mas apenas como uma espécie de efeito colateral. “Não é nada que prejudique”, ressalta Maria de Lourdes.

A função mais importante das fibras solúveis, porém, é justamente produzir ácidos graxos que ajudam no fluxo sanguíneo, reduzem problemas no coração, dão mais energia às células e melhoram a absorção de líquidos pelo organismo, o que é bom para quem está com diarreia ou precisa reduzir as taxas de colesterol – aliás, uma medida que incrementa o efeito positivo das fibras é o consumo regular de água.  

Reduzindo o desconforto

Mas se os gases, afinal, podem ser conseqüência da alimentação saudável, como conviver com o desconforto causado por eles? A sugestão dos médicos não é reduzir a ingestão dos alimentos que contêm fibras, mas redistribuí-los melhor ao longo do dia ou da semana, sem concentrar uma grande quantidade na mesma refeição – isto é, a moderação também é importante.

Entre os itens que geram gases e aos quais você deve prestar atenção, estão, por exemplo, as leguminosas (feijão, grão de bico, ervilha, lentilha), couve-flor, couve, batata-doce, cebola, pepino e pimentão.  Há ainda alimentos como o ovo e alguns tipos de doce que não contêm fibras solúveis, mas passam por processos de fermentação no organismo que geram gases. Por isso, eles também merecem cuidado.
 
Caso os gases persistam de maneira a causar desconforto em excesso, o melhor a fazer é consultar um médico, já que problemas como intolerância à lactose também podem ser responsáveis pela flatulência.

publicado por Sofia às 22:59
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Julho de 2011

Como lidar com a prisão de ventre?

  • A hidratação ajuda a evitar a prisão de ventre.
  • Os laxantes devem ser usados somente sob recomendação médica.
  • Uma dieta rica em fibras contribui para o bom funcionamento do intestino.
  • O melhor horário para tentar evacuar é após as principais refeições.
  • Os óleos vegetais auxiliam na formação do bolo fecal.
  • Na sopa, os legumes perdem boa parte de suas fibras.
 

Em grande parte dos casos, dificuldade para evacuar tem a ver com alimentação inadequada.

Ir poucas vezes ao banheiro durante a semana não significa que você sofra de constipação intestinal, a popular prisão de ventre, também chamada de intestino preso.

De acordo comos médicos, a medicina considera constipação intestinal que mereça investigação apenas os casos em que a pessoa evacua menos do que três vezes por semana e em pelo menos uma delas for necessário esforço muito grande. Às pessoas que aparecem com um quadro assim ao consultório, além de medicamentos, os especialistas costumam recomendar exames para descobrir se a constipação está relacionada a distúrbios ou doenças mais graves.

Em boa parte das consultas, porém, não se chega a tanto. É comum a prisão de ventre estar relacionada aos hábitos alimentares e o estilo de vida de cada um, podendo ser influenciada pela falta de determinados alimentos no cardápio e pelo sedentarismo. Nessas condições, bastam algumas mudanças na rotina para que se observem melhoras.

Em caso de sintomas de constipação intestinal ou desconforto contínuo, no entanto, converse com um especialista antes de procurar soluções na farmácia.

Os medicamentos laxantes ajudam nos casos que a medicina define como constipação intestinal?
O medicamento ajuda, mas é fundamental consultar o médico para conhecer o melhor laxante, o modo correto de usá-lo e, afinal, saber se de fato ele é necessário no tratamento. Isso é importante, pois alguns laxantes, que irritam o intestino, provocam uma contração brusca da musculatura da parede intestinal, gerando problemas de motilidade. Se o medicamento for ingerido de modo inadequado, com o tempo essa mesma musculatura passa a não responder como antes, exigindo remédios cada vez mais fortes até o momento em que se dilata, causando dores constantes e piorando o caso.

E as fórmulas naturais de laxantes disponíveis no mercado?
Os laxantes só devem ser receitados em último caso, pois apresentam efeito semelhante ao que já expliquei e ainda contêm substâncias que acabam irritando o intestino. Há pessoas que vão pouco ao banheiro, mas não sofrem de constipação intestinal e recorrem frequentemente a essas fórmulas, o que é perigoso. Na verdade, o que elas precisam em muitos dos casos é fazer mudanças no seu estilo de vida.

Que mudanças?

Uma delas é a prática de atividade física regular, mesmo que por alguns minutos durante o dia e dentro das possibilidades de cada um. Fortalecer a musculatura é importante. Gente que ganhou peso, aumentou as medidas da barriga e perdeu muita força na região abdominal tem uma tendência a apresentar maior dificuldade de evacuar, por exemplo.

Como a alimentação pode ajudar a fazer o intestino funcionar melhor?     

Quanto mais resíduos o alimento deixar no organismo, melhor ele vai contribuir para a formação do bolo fecal e para o funcionamento do intestino. Os alimentos que deixam mais resíduos são os ricos em fibras insolúveis, substâncias que, como o próprio nome diz, não são digeridas pelo corpo, como as presentes nos vegetais e alguns legumes. Beber pelo menos oito copos de água por dia e acrescentar no cardápio as gorduras boas, como as do azeite, dão lubrificação ao bolo fecal e permitem que ele transite com mais facilidade pelo intestino, aumentando as chances de sucesso no banheiro. A própria água aprimora o efeito das fibras.

Consumir as folhas e os legumes em forma de sopa também ajuda?

No cozimento, as fibras das folhas e dos legumes perdem grande parte de suas propriedades. Além disso, quem toma apenas sopa tem uma tendência a ficar mais constipado, uma vez que os alimentos amolecidos deixam menos resíduos no organismo e dificultam a formação do bolo fecal. Isso é muito comum em idosos que vivem à base de sopa e fazem pouca atividade física. O ideal é variar o cardápio, comendo verduras e legumes crus também.    

Para quem sente alguma dificuldade de evacuar, há algum horário em que seja mais fácil obter sucesso?

Quando a comida chega ao estômago, existe o chamado reflexo gastrocólico, um movimento involuntário que gera o estímulo para a contração do intestino, despertando naturalmente a vontade de ir ao banheiro. Por isso, consideramos que os melhores momentos para evacuar sejam exatamente após as refeições, depois do café da manhã, do almoço e do jantar.

publicado por Sofia às 23:04
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.IMPORTANTE

"O conselho de saúde neste blog é apenas para conhecimento geral. Para suas perguntas específicas, por favor consulte o seu médico pessoal. Obrigado. "

.pesquisar

 

.temas

Alergias
Anemia
Alzheimer
Asma
Cancer
Celulite
Coração
Conjuntivite
Cuidados com a Pele
Diabetes
Flatulência
Hipertensão
Osteoporose
Prisão de ventre
Tosse

.Março 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Como Reduzir Desconforto ...

. Como lidar com a prisão d...

.arquivos

.tags

. dicas

. dicas de saúde

. dica

. cancro

. mel

. mel beneficios

. mel beneficios para a saúde

. propriedades benéficas do mel

. alergia

. cancer

. diabetes

. alergias

. colesterol

. beneficios

. anemia

. acne

. alzheimer

. pele

. artrite

. câncer

. depressão

. benefícios

. borbulhas

. espinhas

. pressão arterial

. saúde

. valor nutricional

. demência

. diurético

. dores de cabeça

. espinha

. espinhas na cabeça

. espinhas na testa

. glândulas sebáceas

. osteoporose

. reumatismo

. sono

. ansiedade

. asma

. emagrecer

. fadiga

. insônia

. perder peso

. remédios caseiros

. sexo

. vantagens

. aneurisma

. antioxidante

. cérebro

. cognitivo

. coração saudável

. dormir

. dormir bem

. emagrecimento

. flavonóides

. folículos pilosos

. pele bonita segredos

. peso

. poros

. pressão arterial como controlar

. prisão de ventre

. receitas caseiras

. sebo

. stress

. vagina

. antioxidantes

. avc

. cancro evitar

. coração

. desintoxicante

. digestão

. dopamina

. hemorróidas

. hipertensão

. nutrição

. nutrição clínica

. ossos

. pressão arterial alta

. pressão arterial como baixar

. remédio caseiro

. tosse

. alimentos

. amamantamiento

. anti-inflamatório natural

. anti-séptico

. antidepressivo natural

. articulações

. articulações dores

. artrite reumática

. aterosclerose

. café

. células cancerosas anormais

. como amamantar a un bebe

. cuidados a ter com a pele

. declínio cognitivo

. destruir células cancerosas anormais

. dicas caseiras

. dietas

. gastrite

. lactancia materna

. todas as tags

.favoritos

. Benefícios de saúde da Ab...

. Pequena Sereia

. Moranguito

. Elefante Dumbo

. Winx

. Esquemas do Pluto bébé, s...